Adrian Newey

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Adrian Newey, OBE (Stratford-upon-Avon, 26 de Dezembro de 1958) é um engenheiro-projetista britânico de Fórmula 1. Atualmente, trabalha pela equipe Red Bull Racing.

É considerado por parte da imprensa como um dos melhores projetistas de todos os tempos. Sob seu comando foram criados carros como as Williams de Senna(1994), Prost(1993), Mansell(1992), Hill(1996) e Villeneuve(1997), assim como a Mclaren de Mika Hakkinen(1998/1999) e a Red Bull de Sebastian Vettel em 2010/2011/2012 e 2013.

Do primeiro título, em 1992 pela Williams, ao último da sequência da Red Bull, o projetista desenvolveu uma íntima e conturbada relação com o Brasil. Adrian Newey era apenas um jovem recém-saído da Universidade de Southampton quando bateu à porta dos irmãos Emerson e Wilson, no quinto ano da Copersúcar Fittipaldi, à procura de emprego. Corria o ano de 1980.

Conterrâneo de William Shakespeare, Newey também compõe obras-primas. A mais recente e vitoriosa delas é a Red Bull guiada pelo tricampeão Vettel. Mas o currículo é vasto. Inclui a Williams “de outro planeta”, de 1992 e 1993, e a McLaren “flecha de prata”, de 1998 e 1999.

O salto de Newey veio em 1992, com a Williams, quando conquistou o primeiro dos nove títulos de pilotos que ostenta. Repetiria o feito em 1993, 1996 e 1997. Nos dois anos em que perdeu para Michael Schumacher e sua Benetton, a maior frustração foi em 1994, quando assinou o projeto do carro que Ayrton Senna enterrou na curva Tamburello, em San Marino.

Decepções à parte, o inglês deixou a Williams e, em 1998 e 1999, alçou a McLaren de Mika Hakkinen ao bicampeonato. Ofuscado pelo domínio da Ferrari no início dos anos 2000, desembarcou na Red Bull em 2006. No ano seguinte, já começaria a catapultar Vettel ao sucesso.

Mas foi só em 2008, quando o alemão debutou no alto do pódio com a Toro Rosso, que a parceria pegou embalo. Aliás, todas as 36 vitórias de Vettel foram em carros assinados pelo projetista. As principais vieram já pela Red Bull, de 2010 a 2013, resultando no tetracampeonato consecutivo.

Ávido colecionador de carros esportivos e piloto amador, define-se como um dos últimos “dinossauros” da categoria. E é um monstro, sim.

Nada mal para quem começou como estagiário na equipe dos irmãos Fittipaldi, em 1980. Se nas pistas o ousado projeto brasileiro naufragou, ao menos deixou como legado o trampolim para o recém formado em aeronáutica dar os primeiros rabiscos. Traços que aperfeiçoaria na Fórmula Indy antes de brilhar na F-1, na década de 1990.

- O Adrian era um dos melhores aereodinamistas que saíram da universidade - lembra Fittipaldi, que fazia dupla com Keke Rosberg. - Ele ficou responsável por toda a parte de aerodinâmica daquele carro. Eu dei apenas 18 voltas de teste, e logo saí para o treino oficial na Argentina. Na primeira vez que o carro foi exigido, nós chegamos em quarto e sexto, se não me engano.

Todos os carros projetados por Newey que ganharam o campeonato de construtores:
  • 1992 – Williams FW14B
  • 1993 – Williams FW15C
  • 1994 – Williams FW16
  • 1996 – Williams FW18
  • 1997 – Williams FW19
  • 1998 – McLaren MP4/13
  • 2010 – Red Bull RB6
  • 2011 – Red Bull RB7
  • 2012 – Red Bull RB8
  • 2013 - Red Bull RB9

Posts Relacionados