Nicola Larini

quinta-feira, 19 de março de 2015


Nome
Nicola Larini
País
Nascimento
19/03/1964
Primeiro GP
Último GP
Melhor Grid
Melhor Resultado
Primeiro Pódio
Último Pódio
Equipes

Estatísticas de Nicola Larini
GPs
75
Largadas
49
Títulos
0
Vitórias
0
Poles
0
Pódios
1
Pontos
7
Volta + Rápidas
0
Voltas
2029
Voltas como líder
0

Ano a ano de Nicola Larini
Ano
Equipe
Motor
GPs Pódios Poles Voltas VMR Líder Med Pts Pontos
Sauber
5
0
0
0
0
0
277
0
0
0.20
1
Ferrari
2
0
1
0
1
0
58
0
0
3.00
6
Ferrari
2
0
0
0
0
0
131
0
0
0.00
0
Lamborghini
16
0
0
0
0
0
205
0
0
0.00
0
Ligier
16
0
0
0
0
0
842
0
0
0.00
0
Osella
16
0
0
0
0
0
161
0
0
0.00
0
Osella
16
0
0
0
0
0
347
0
0
0.00
0
Coloni
2
0
0
0
0
0
8
0
0
0.00
0

Temporadas de Nicola Larini
32
27
33
19
28
29
14
19

Resultados de Nicola Larini
1 vez
1 vez
4 vezes
1 vez
10º
5 vezes
11º
5 vezes
12º
3 vezes
14º
2 vezes
16º
3 vezes
19º
1 vez
DES
1 vez
NC
22 vezes
NL
1 vez
NQ
25 vezes

Corridas de Nicola Larini
Ano
GP
No
Equipe Motor
Grid
Pos
Volta mais rápida
Líder
Abandono
Pts
75
GP de Mônaco
17
Sauber
11
NC
Rodada
0
74
GP de San Marino
17
Sauber
12
7
0
73
GP da Argentina
17
Sauber
14
NC
Rodada
0
72
GP do Brasil
17
Sauber
19
11
0
71
GP da Austrália
17
Sauber
13
6
1
70
GP de San Marino
27
Ferrari
6
2
6
69
GP do Pacífico
27
Ferrari
7
NC
Batida
0
68
GP da Austrália
28
Ferrari
19
11
0
67
GP do Japão
28
Ferrari
11
12
0
66
GP da Austrália
34
Lamborghini Lamborghini
19
NC
Rodada
0
65
GP do Japão
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
64
GP da Espanha
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
63
GP de Portugal
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
62
GP da Itália
34
Lamborghini Lamborghini
23
16
0
61
GP da Bélgica
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
60
GP da Hungria
34
Lamborghini Lamborghini
24
16
0
59
GP da Alemanha
34
Lamborghini Lamborghini
24
NC
Rodada
0
58
GP da Inglaterra
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
57
GP da França
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
56
GP do México
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
55
GP do Canadá
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
54
GP de Mônaco
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
53
GP de San Marino
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
52
GP do Brasil
34
Lamborghini Lamborghini
0
NQ
Não Qualificado
0
51
GP dos EUA
34
Lamborghini Lamborghini
17
7
0
50
GP da Austrália
25
Ligier Ford Cosworth
12
10
0
49
GP do Japão
25
Ligier Ford Cosworth
17
7
0
48
GP da Espanha
25
Ligier Ford Cosworth
20
7
0
47
GP de Portugal
25
Ligier Ford Cosworth
22
10
0
46
GP da Itália
25
Ligier Ford Cosworth
26
11
0
45
GP da Bélgica
25
Ligier Ford Cosworth
21
14
0
44
GP da Hungria
25
Ligier Ford Cosworth
25
11
0
43
GP da Alemanha
25
Ligier Ford Cosworth
22
10
0
42
GP da Inglaterra
25
Ligier Ford Cosworth
21
10
0
41
GP da França
25
Ligier Ford Cosworth
19
14
0
40
GP do México
25
Ligier Ford Cosworth
24
16
0
39
GP do Canadá
25
Ligier Ford Cosworth
20
NC
Batida
0
38
GP de Mônaco
25
Ligier Ford Cosworth
17
NC
Diferencial
0
37
GP de San Marino
25
Ligier Ford Cosworth
20
10
0
36
GP do Brasil
25
Ligier Ford Cosworth
20
11
0
35
GP dos EUA
25
Ligier Ford Cosworth
13
NC
Acelerador
0
34
GP da Austrália
17
Osella Ford Cosworth
11
NC
Falha Elétrica
0
33
GP do Japão
17
Osella Ford Cosworth
10
NC
Freios
0
32
GP da Espanha
17
Osella Ford Cosworth
11
NC
Suspensão
0
31
GP de Portugal
17
Osella Ford Cosworth
0
NQ
Não Qualificado
0
30
GP da Itália
17
Osella Ford Cosworth
24
NC
Câmbio
0
29
GP da Bélgica
17
Osella Ford Cosworth
0
NQ
Não Qualificado
0
28
GP da Hungria
17
Osella Ford Cosworth
0
NQ
Não Qualificado
0
27
GP da Alemanha
17
Osella Ford Cosworth
0
NQ
Não Qualificado
0
26
GP da Inglaterra
17
Osella Ford Cosworth
17
NC
Manuseio
0
25
GP da França
17
Osella Ford Cosworth
0
NQ
Não Qualificado
0
24
GP do Canadá
17
Osella Ford Cosworth
15
NC
Falha Elétrica
0
23
GP dos EUA
17
Osella Ford Cosworth
0
NQ
Não Qualificado
0
22
GP do México
17
Osella Ford Cosworth
0
NQ
Não Qualificado
0
21
GP de Mônaco
17
Osella Ford Cosworth
0
NQ
Não Qualificado
0
20
GP de San Marino
17
Osella Ford Cosworth
14
12
Rodada
0
19
GP do Brasil
17
Osella Ford Cosworth
19
DES
Desclassificado
0
18
GP da Austrália
21
Osella Osella
0
NQ
Não Qualificado
0
17
GP do Japão
21
Osella Osella
24
NC
Freios
0
16
GP da Espanha
21
Osella Osella
14
NC
Suspensão
0
15
GP de Portugal
21
Osella Osella
25
12
0
14
GP da Itália
21
Osella Osella
17
NC
Motor
0
13
GP da Bélgica
21
Osella Osella
26
NC
Alimentação
0
12
GP da Hungria
21
Osella Osella
0
NQ
Não Qualificado
0
11
GP da Alemanha
21
Osella Osella
18
NC
Motor
0
10
GP da Inglaterra
21
Osella Osella
26
19
Pane Seca
0
9
GP da França
21
Osella Osella
24
NC
Semieixo
0
8
GP dos EUA
21
Osella Osella
26
NC
Motor
0
7
GP do Canadá
21
Osella Osella
0
NQ
Não Qualificado
0
6
GP do México
21
Osella Osella
0
NQ
Não Qualificado
0
5
GP de Mônaco
21
Osella Osella
25
9
0
4
GP de San Marino
21
Osella Osella
0
NL
Excluído
0
3
GP do Brasil
21
Osella Osella
0
NQ
Não Qualificado
0
2
GP da Espanha
32
Coloni Ford Cosworth
26
NC
Suspensão
0
1
GP da Itália
32
Coloni Ford Cosworth
0
NQ
Não Qualificado
0
 
Pódios de Nicola Larini
Ano
GP
No
Equipe Motor
Grid
Pos
Volta mais rápida
Líder
Abandono
Pts
1
GP de San Marino
27
Ferrari
6
2
6

Companheiros de Nicola Larini
Temporada
Equipe Companheiro
Melhor Pos
Pontos
Vitórias
Poles
Corrida
Grid
Osella Piercarlo Ghinzani
12
13
0
0
0
0
0
0
6
3
8
1
Ligier Philippe Alliot
7
9
0
0
0
0
0
0
12
4
7
9
Lamborghini Eric van de Poele
7
9
0
0
0
0
0
0
5
1
5
1
Ferrari Jean Alesi
11
4
0
5
0
0
0
0
0
2
1
1
Ferrari Gerhard Berger
2
2
6
6
0
0
0
0
1
1
0
2
Sauber Johnny Herbert
6
4
1
3
0
0
0
0
3
2
0
5


Nicola Giuseppe Larini ou mais conhecido como Nicola Larini (Nascido em Lido di Camaiore, a 19 de Março de 1964) é um ex-piloto de Fórmula 1 italiano. Participou de 75 grandes prêmios, estreando em 6 de Setembro de 1987. Tem em sua carreira um pódium, e um total de sete pontos em campeonatos mundiais.


Larini começou a carreira automobilística na Fórmula Itália em 1983, quando então transferiu-se para a Fórmula Abarth em 1984, terminando o campeonato na terceira colocação. Ele também iniciou na Fórmula 3 italiana na mesma temporada. Em 1986 ganhou o título de campeão pela Coloni, pilotando um Dallara, e participou pela mesma equipe, por um curto período, da Fórmula 3000 no ano seguinte. Sua rápida ascensão continuou quando a Coloni entrou para participar de duas etapas do campeonato de Fórmula 1 de 1987. Larini não conseguiu a classificação para o Grande Prêmio da Itália, mas chegou a correr no Grande Prêmio da Espanha, não conseguindo, contudo, terminar a prova.


Em 1988 ele assinou contrato com a equipe Osella e recebeu elogios pelo seu bom desempenho, mesmo tendo a sua disposição um carro não competitivo. Nesse período, seu melhor resultado foi um 9º lugar no Grande Prêmio de Mônaco. Ele permaneceu na Osella em 1989, seu carro continuou a ter dificuldades para se pré-qualificar nas etapas da temporada. Contudo, Larini permanecia brilhando, estava em 6º lugar no Grande Prêmio de San Marino, quando o seu carro teve um problema mecânico, e por sequencia um acidente. Quatro corridas depois, no Grande Prêmio do Canadá, por nove voltas seguidas chegou a ocupar a 3ª posição, até surgir um problema elétrico e mais um abandono. Com um carro pouco competitivo, Larini conseguiu a melhor classificação de uma corrida dele, com a 10ª posição no Grande Prêmio do Japão, mas na prova, o piloto abandonou com problemas nos freios.


Em 1990 ele transferiu-se para a tradicional Ligier, mas a equipe francesa possuía um carro de desempenho mediano para a competição. Nenhum ponto obtido, porém da corrida do México até a Austrália, onze corridas seguidas concluídas. Dois 7º lugares foram as melhores colocações conseguidas por Larini naquele ano, desempenho melhor que o obtido pelo seu companheiro de equipe, o experiente Philippe Alliot.

Larini então mudou-se foi para a nova equipe, a Modena Team, em 1991, mais uma vez encontrando dificuldades na pré-qualificação. Ele conseguiu iniciar a temporada e como melhor resultado de todo o campeonato da estreante equipe com um 7º lugar no Grande Prêmio dos Estados Unidos, mas a novata equipe teve sérios problemas financeiros e não conseguiu desenvolver melhor o carro. Como consequência, o italiano conseguiu apenas qualificar o carro para mais quatro corridas em toda a temporada. No final do ano, a equipe encerrava as suas atividades na categoria.

Em 1992, ele não esteve animado para participar dos Grand Prix, porém assinou um contrato com a Ferrari para desenvolver seu sistema de suspensão ativa. Larini manteve ainda seus instintos de corredor ao ganhar o campeonato italiano de Touring Cars pela Alfa Romeo e foi chamado pela equipe de Fórmula 1 da Ferrari para encerrar a temporada, substituindo o desmotivado Ivan Capelli como piloto de teste da suspensão ativa do carro. Ele causou boa impressão, mas iniciou as duas corridas na última fila da largada devido a problemas técnicos. Em 1993, ele continuou sendo piloto de teste da Ferrari e participando das corridas de touring cars, desta vez ganhando o título alemão para a Alfa.

Em 1994, ele teve outra chance na Ferrari, na segunda prova do campeonato substituiu Jean Alesi, que sofreu um acidente durante os testes em Mugello. Ele obteve a 7ª posição na qualificação para o GP do Pacífico, mas envolveu-se em uma colisão com a Williams-Renault de Ayrton Senna logo na primeira curva após a largada e abandonou a corrida prematuramente. Na sua última prova pela equipe italiana, no Grande Prêmio de San Marino, ele largou na 6ª posição (a melhor em toda a sua carreira); na corrida, conseguiu uma excepcional segunda colocação, mas a conquista de seus primeiros pontos foi ofuscada pelas trágicas mortes dos pilotos Roland Ratzenberger e de Ayrton Senna. No restante do ano, Larini participou unicamente das corridas de touring cars com a Alfa Romeo, ficando em 3º lugar nas séries alemãs.

Pela Alfa, Larini continuou correndo ainda pelos dois anos seguintes, obtendo a sexta classificação nas séries alemãs de 1995, e décima-primeira nas séries italianas em 1996. Contudo, em 1997 seus contatos com a Ferrari o levaram a assinar com a Sauber, que utilizava motores da própria Ferrari. Em seu retorno à F-1, Larini conseguiu marcar um ponto com o sexto lugar no Grande Prêmio da Austrália, mas, depois de cinco corridas e uma série de desentendimentos com Peter Sauber, ele resolveu deixar a equipe.

Desde então, Larini tem sido por muitos anos um piloto exclusivo de touring cars, outra vez pela Alfa, e desde 2005 está na Chevrolet.

Posts Relacionados