Bia Figueiredo

quarta-feira, 18 de março de 2015

Ana Beatriz Caselato Gomes de Figueiredo ou Bia Figueiredo (São Paulo, 18 de março de 1985) é uma piloto de automóveis brasileira. Nos EUA, por questão da dificuldade de pronúncia de seu nome, é conhecida apenas por Ana Beatriz.

Filha do psiquiatra Jorge Cesar Gomes de Figueiredo, e da dentista Marcia Regina Ribeiro Caselato Gomes de Figueiredo. Bia iniciou sua carreira no kart, como muitos pilotos. Na época tinha apenas 8 anos. Permaneceu no kart por 9 anos e obteve dois vice-campeonatos: paulista e brasileiro.
A piloto chegou à Fórmula Renault brasileira em 2003 com a ajuda de André Ribeiro, sócio de Pedro Paulo Diniz, empresários responsáveis pela categoria. Tornou-se a primeira mulher no mundo a vencer uma corrida de Fórmula Renault e foi eleita a melhor estreante do campeonato.

A paulistana disputou a Fórmula 3 Sul-americana em 2006 pela equipe Cesário Formula Team. No mesmo ano, dirigiu um Volkswagen Touareg pela PPD Sports (de propriedade de Pedro Diniz), em eventos da Fórmula Renault brasileira, denominado Renault Speed Show.

Em 2008, começou sua trajetória nos Estados Unidos disputando a Indy Lights, defendendo a equipe campeã Sam Schmidt Motorsports. Na décima etapa do campeonato, na pista de Nashville, Bia conquistou sua primeira vitória na Indy Lights, tornando-se a primera mulher a vencer na categoria. Ela terminou a temporada em terceiro lugar. Ainda em 2008, recebeu o prêmio "Award Rising Star" (em português: "Estrela em Ascensão"), versão do "Greg Moore Legacy Award" (em português: "Prêmio Legado de Greg Moore") que a Firestone, patrocinadora da Indy Lights resolveu oferecer à categoria. O prêmio é dado ao piloto considerado o mais ousado daquele ano. A piloto disputou também a temporada de 2009 da categoria e venceu em Iowa.

Em março de 2010, Bia fez sua estréia na Fórmula Indy na corrida de abertura da categoria, a São Paulo Indy 300. A piloto largou na 23ª colocação e completou a prova em 13º lugar. Após isso, sem patrocinadores, Bia não participou das 4 etapas seguintes, voltando a correr apenas nas 500 Milhas de Indianápolis.

No dia 2 de março de 2011, a piloto foi conformada como piloto oficial da equipe Dreyer & Reinbold para a temporada de 2011 da IndyCar Series. Em sua primeira corrida de sua primeira temporada inteira da Fórmula Indy, Bia terminou em 14º lugar no Honda Grand Prix of Saint Petersburg, pilotando o carro 24 da Dreyer & Reinbold Racing. A corrida foi disputada no dia 27 de março nas ruas de Tampa Bay, na Flórida. Nessa mesma etapa, Figueiredo fraturou o osso escafóide do punho direito ainda na quarta volta da prova ao colidir seu carro azul e amarelo com o carro de Graham Rahal. Mesmo a corrida tendo 100 voltas de 2.897 metros, ela conduziu seu carro até o fim da prova. Dois dias após, a piloto foi submetida a uma cirurgia no punho no hospital Indiana Hand to Schoulder Center em Indianápolis.

Kart
  • 1995: Campeonato Brasileiro: 5º lugar (categoria Cadete)
  • 1997: Campeonato Brasileiro: 3º lugar (Categoria Júnior Menor)
  • 2000: Campeonato Paulista: vice-campeã (Categoria B)
  • 2001: Campeonato Brasileiro: 3º lugar (Categoria A), Campeonato Paulista: vice-campeã (Categoria A), Copa Brasil de Kart: vice-campeã
  • 2002: Campeonato Brasileiro: vice-campeã (Categoria A), Campeonato Paulista: 3º lugar (Categoria A)
  • 2003: Copa Sorriso Petrobrás de Kart: campeã, Seletiva Petrobrás de Kart: vice campeã

Carros do tipo fórmula
  • 2004: Fórmula Renault Brasileira - 5º colocada
  • 2005: Fórmula Renault Brasileira - 3º colocada
  • 2006: Fórmula 3 Sul-americana - 5º colocada
  • 2008: Firestone Indy Lights - 3º colocada
  • 2009: Firestone Indy Lights - 8º colocada

Posts Relacionados