Mário de Araújo Cabral

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015


Nome
Mário de Araújo Cabral
País
 Portugal
Nascimento
15/01/1934
Primeiro GP
Último GP
Melhor Grid
Melhor Resultado
Equipes

Estatísticas de Mário de Araújo Cabral
GPs
4
Títulos
0
Vitórias
0
Poles
0
Pódios
0
Pontos
0
Volta + Rápidas
0
Voltas
125
Voltas como líder
0

Ano a ano de Mário de Araújo Cabral
Ano Equipe Motor GPs Pódios Poles Voltas VMR Líder Med Pts Pontos
A-T-S
1
0
0
0
0
0
25
0
0
0.00
0
Cooper
1
0
0
0
0
0
06
0
0
0.00
0
Cooper
1
0
0
0
0
0
38
0
0
0.00
0
Cooper
1
0
0
0
0
0
56
0
0
0.00
0

Temporadas de Mário de Araújo Cabral
37
61
38
33

Resultados de Mário de Araújo Cabral
10º
1 vez
NC
3 vezes

Todas as corridas de Mário de Araújo Cabral na F1
Ano
GP
No
Equipe Motor
Grid
Pos
Volta mais rápida
Abandono
Pts
4
GP da Itália
50
A-T-S
19
NC
Ignição
0
3
GP da Alemanha
22
Cooper
20
NC
Câmbio
0
2
GP de Portugal
32
Cooper
15
NC
Acidente
0
1
GP de Portugal
18
Cooper
14
10
0

Todos os companheiros de equipe de Mário de Araújo Cabral na F1
Temporada
EquipeCompanheiro
Melhor Pos
Pontos
Vitórias
Poles
Corrida
Grid
Cooper Bruce McLaren
10
11
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Cooper Jack Brabham
10
12
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Cooper Masten Gregory
10
2
0
6
0
0
0
0
0
1
0
1
Cooper Maurice Trintignant
10
4
0
3
0
0
0
0
0
1
0
1
Cooper Stirling Moss
10
1
0
9
0
1
0
1
0
1
0
1
Cooper Bruce McLaren
9
2
0
6
0
0
0
0
0
1
0
1
Cooper Henry Taylor
9
16
0
0
0
0
0
0
1
0
1
0
Cooper Jack Brabham
9
1
0
8
0
1
0
0
0
1
0
1
Cooper Masten Gregory
9
13
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Cooper Olivier Gendebien
9
7
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1
Cooper Tony Brooks
9
5
0
2
0
0
0
0
0
1
0
1
Cooper Bruce McLaren
14
17
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Cooper Jo Bonnier
14
6
0
1
0
0
0
0
0
1
0
1
Cooper Tony Maggs
14
12
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1

Mário Veloso de Araújo Cabral, também conhecido como Nicha Cabral (Cedofeita, 15 de Janeiro de 1934) é um piloto automóvel português.

Frequentou o Colégio Valssassina, em Lisboa, e foi atleta olímpico de ginástica. Estreou-se como corredor de automóveis em 1959, no circuito de Monsanto. Em 1960, começou mais uma corrida, desta vez no circuito da Boavista, mas foi forçado a abandonar. Só voltou às corridas depois de regressar de Angola, onde cumpriu o serviço militar.

Disputou, de seguida, duas corridas, em 1963 na Alemanha, em 1964, em Itália. Neste último ano, correu pela equipa Derrington Francis - ATS, ao contrário das outras três corridas, em que representou a Cooper – Maserati. O ano de 1965 ficou assinalado na sua carreira pelas piores razões. No GP de Rouen, em Fórmula 2, foi vítima de um aparatoso e grave acidente, que lhe provocou diversos ferimentos e o afastamento das pistas durante três anos. No seu regresso, em 1968, conduziu vários carros de Sport até 1975, incluindo o David Piper’s Porsche 917 – o automóvel que mais gozo lhe deu pilotar e com o qual obteve a segunda posição em Vila Real. Em 1973, no GP de Portugal, em Fórmula 2, ficou em 8º lugar, ao volante de um March, e no circuito de Benguela, em Angola, obteria a última vitória da sua carreira. Foi o primeiro português a competir na Fórmula 1, fazendo por isso, parte da história do automobilismo português.

Posts Relacionados