André Simon

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015


Nome
André Simon
País
Nascimento
05/01/1920
Primeiro GP
Último GP
Melhor Grid
Melhor Resultado
6 – (2 vezes)
Equipes

Estatísticas de André Simon
GPs
13
Largadas
11
Títulos
0
Vitórias
0
Poles
0
Pódios
0
Pontos
0
Volta + Rápidas
0
Voltas
402
Voltas como líder
0

Ano a ano de André Simon
Ano Equipe Motor GPs Pódios Poles Voltas VMR Líder Med Pts Pontos
Maserati
2
0
0
0
0
0
040
0
0
0.00
0
Gordini
Maserati
2
0
0
0
0
0
086
0
0
0.00
0
Maserati
Mercedes
2
0
0
0
0
0
039
0
0
0.00
0
Gordini
1
0
0
0
0
0
000
0
0
0.00
0
Ferrari
2
0
0
0
0
0
097
0
0
0.00
0
Simca Gordini
4
0
0
0
0
0
140
0
0
0.00
0

Temporadas de André Simon
22
25
74
61
38
39

Resultados de André Simon
2 vezes
1 vez
11º
1 vez
NC
7 vezes
NL
1 vez
NQ
1 vez

Corridas de André Simon
Ano
GP
No
Equipe Motor
Grid
Pos
Volta mais rápida
Líder
Abandono
Pts
13
GP da Itália
28
Maserati
16
11
0
12
GP de Mônaco
4
Maserati
0
NQ
Não qualificado
0
11
GP da Itália
12
Gordini
24
9
0
10
GP da França
42
Maserati
20
NC
Motor
0
9
GP da Inglaterra
8
Maserati
8
NC
Câmbio
0
8
GP de Mônaco
4
Mercedes Mercedes
10
NC
Motor
0
7
GP da Bélgica
14
Gordini
0
NL
Indisposto
0
6
GP da Itália
8
Ferrari
8
6
0
5
GP da Suíça
32
Ferrari
4
NC
Magneto
0
4
GP da Espanha
16
Simca Gordini Gordini
10
NC
Motor
0
3
GP da Itália
48
Simca Gordini Gordini
11
6
0
2
GP da Alemanha
83
Simca Gordini Gordini
12
NC
Motor
0
1
GP da França
34
Simca Gordini Gordini
21
NC
Motor
0

Companheiros de André Simon
Temporada
Equipe Companheiro
Melhor Pos
Pontos
Vitórias
Poles
Corrida
Grid
Simca Gordini Aldo Gordini
19
15
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1
Simca Gordini Maurice Trintignant
6
11
0
0
0
0
0
0
2
2
3
1
Simca Gordini Robert Manzon
6
7
0
0
0
0
0
0
2
2
2
2
Ferrari Alberto Ascari
6
1
0
8.5
0
1
0
1
0
1
0
1
Ferrari Charles de Tornaco
6
25
0
0
0
0
0
0
1
0
1
0
Ferrari Hans Von Stuck
6
33
0
0
0
0
0
0
1
0
1
0
Ferrari Louis Rosier
6
10
0
0
0
0
0
0
2
0
2
0
Ferrari Luigi Villoresi
6
3
0
4
0
0
0
0
0
1
0
1
Ferrari Maurice Trintignant
10
22
0
0
0
0
0
0
1
0
1
0
Ferrari Nino Farina
6
4
0
3
0
0
0
1
1
1
1
2
Ferrari Peter Hirt
10
7
0
0
0
0
0
0
0
1
1
0
Ferrari Peter Whitehead
6
29
0
0
0
0
0
0
1
0
1
0
Ferrari Piero Taruffi
6
1
0
9
0
1
0
0
1
1
0
2
Ferrari Rudi Fischer
6
2
0
6
0
0
0
0
1
1
2
0
Gordini André Pilette
15
5
0
2
0
0
0
0
0
1
0
1
Gordini Jean Behra
15
10
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1
Gordini Paul Frère
15
9
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1
Maserati Horace Gould
22
17
0
0
0
0
0
0
0
1
1
0
Maserati Jean Behra
22
23
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Maserati Lance Macklin
22
8
0
0
0
0
0
0
0
1
1
0
Maserati Luigi Musso
22
5
0
2
0
0
0
0
0
1
1
0
Maserati Peter Collins
22
14
0
0
0
0
0
0
0
1
1
0
Maserati Roberto Mieres
22
11
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1
Maserati Roy Salvadori
22
16
0
0
0
0
0
0
0
1
1
0
Mercedes Juan Manuel Fangio
17
15
0
1
0
0
0
1
0
1
0
1
Mercedes Stirling Moss
17
9
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1
Gordini Hermando Ramos
9
24
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Gordini Robert Manzon
9
21
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Maserati Cesare Perdisa
12
5
0
1
0
0
0
0
0
1
0
1
Maserati Jean Behra
12
3
0
4
0
0
0
0
0
1
0
1
Maserati Louis Rosier
12
6
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1
Maserati Luigi Villoresi
12
15
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Maserati Paco Godia
12
7
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1
Maserati Piero Taruffi
12
13
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Maserati Stirling Moss
12
5
0
1
0
0
0
0
1
1
1
1
Maserati Bruce Halford
11
15
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Maserati Carlos Menditeguy
19
10
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1
Maserati Giorgio Scarlatti
11
5
0
1
0
0
0
0
0
2
0
2
Maserati Hans Herrmann
19
18
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
Maserati Harry Schell
11
5
0
1
0
0
0
0
1
3
1
2
Maserati Horace Gould
11
10
0
0
0
0
0
0
0
2
1
1
Maserati Jean Behra
11
14
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Maserati Jo Bonnier
11
17
0
0
0
0
0
0
1
0
0
1
Maserati Juan Manuel Fangio
11
1
0
15
0
1
0
1
0
2
0
2
Maserati Luigi Piotti
11
18
0
0
0
0
0
0
1
0
1
0
Maserati Masten Gregory
11
3
0
7
0
0
0
0
0
2
0
2
Maserati Ottorino Volonterio
11
11
0
0
0
0
0
0
0
0
1
0
Maserati Paco Godia
11
9
0
0
0
0
0
0
0
1
0
1

André Simon (Paris, França, 5 de janeiro de 1920 - 12 de julho de 2012 Évian-les-Bains) foi um automobilista francês que participou de 12 Grandes Prêmios de Fórmula 1 entre 1951 e 1957. Seus melhores resultados foram os sextos lugares na Itália em 1951 e 1952.

Nascido a 5 de janeiro de 1920, em Paris, Simon participou de 12 corridas entre 1951 e 1957 e defendeu, como piloto convidado ou substituto, quatro titãs da história da categoria – Ferrari, Mercedes, Maserati e Gordini –, além dos times privados de Louis Rosier e Mimmo Dei (a famosa Centro Sud). Dois sextos lugares nas edições de 1951 e 1952 do GP da Itália foram seus melhores resultados em provas oficiais do esporte, além de uma quarta posição no grid para a etapa da Suíça, em 1952.

Filho de um dono de oficina da Mathis em La Varenne, noroeste da França, Simon perdeu o pai aos nove anos. Mudando-se para a casa do tio, começou a trabalhar nos negócios da família a partir dos 13 e teve de esperar o fim da 2ª Guerra Mundial para disputar sua primeira prova. Em abril de 1948, a bordo de um Delahaye, obteve uma vitória logo na estreia, no autódromo de Linas-Montlhéry, nos arredores de Paris.

Em agosto do mesmo ano, Simon cruzou o GP de Comminges na sétima colocação e, na temporada seguinte, participou das 24 Horas de Le Mans a bordo de um 175S, ao lado de Pierre Flahaut. Na ocasião, estabeleceu a melhor volta no trecho noturno da corrida e, mesmo abandonando a prova com um motor quebrado, chamou a atenção de Amédée Gordini.

Simon passou a pilotar os monopostos do “Feiticeiro” a partir de 1950 e venceu diversas provas de F2, formando a equipe júnior da marca francesa ao lado de Maurice Trintignant, Robert Manzon e Jean Behra. Em Nurburgring, no ano seguinte, com um carro de potência inferior ao Ferrari 375, lutou pela liderança da prova com Alberto Ascari, o que lhe garantiu o contrato de piloto reserva para a F1 em 1952. Na mesma temporada, fechou as 24 Horas de Le Mans em quinto lugar, ao lado do também francês Lucien Vincent.

Simon se machucou em um incêndio na oficina da Ferrari e voltou para a Gordini em 1954, ano em que obteve bons resultados em provas não-oficiais, incluindo um pódio no International Trophy, ao lado de Froilán González e Behra, e um quarto lugar em Roma. No ano seguinte, correu pela equipe privada de Louis Rosier e substituiu o lesionado Hans Herrmann na Mercedes, em Mônaco.

Pelo time alemão, também participou das fatídicas 24 Horas de Le Mans, ao lado de Karl Kling. Quando o 300 SLR de Pierre Levegh bateu na arquibancada e culminou na morte de mais de 80 espectadores, Simon ocupava o quinto posto.

Em 1956 e 1957, correu pela Maserati e pelo time Centro Sud na F1, mas obteve resultados pouco relevantes. Comprou então uma Ferrari 250GT e voltou as atenções para provas de rali e turismo, vencendo em 1962 a Volta da França na categoria carros, com Maurice Dupeyron como navegador. Em 1963, migrou para a Maserati, mas se aposentou das pistas dois anos depois, após sofrer graves ferimentos em um acidente de rua. Por conta da colisão, Simon ficou dois meses em coma, mas ele se recuperou e concentrou seus esforços nos negócios da família até 1984, quando parou de trabalhar.

Posts Relacionados